Procuremos mais luz


Amigos,


A casa não se levanta sem alicerces.


O rio não desliza sem leito.


A árvore não se ergue sem raízes.


O compositor não chegaria à obra-prima sem a iniciação do solfejo.


O sábio não penetraria o templo da cultura sem, antes, acomodar-se com o impositivo do alfabeto.


O médico não conseguiria curar sem apoiar-se no estudo e na experiência.


O milagre, em qualquer circunstância, não é mais do que labor intenso de recapitulação, de sacrifício, de persistência e devoção no objetivo por atingir.


Se adquires no mundo o comprimido para a dor de cabeça, se pagas o ingresso à casa de diversões, por que motivo haveríeis de obter a fé sem trabalho perseverante na compreensão da vida e no burilamento da personalidade?


Nada existe sem preço.


A Lei da retribuição funciona em todos os caminhos.


Sementeira e colheita.


Ação e reação.


Temos o que buscamos.


Atraímos, invariavelmente, o objeto de nossa procura.


Se desejais direitos no Céu, não olvideis as obrigações na Terra.


Se ao invés de aguardardes a passagem dos milênios no tempo, que tudo transforma e tudo amadurece, vos esforçardes, desde agora, na sublimação da própria alma, através da renunciação às sombras do egoísmo e da ignorância, do exclusivismo e da crueldade, mais depressa formareis o alto patrimônio de luz do merecimento próprio e entrareis, de imediato, na posse dos tesouros inalienáveis da Vida Imperecível.


Autor: Emmanuel (Espírito)

Médium: Francisco Cândido Xavier

Livro: Tocando o Barco. Lição nº 03. Página 16

0 visualização

Entre em contato conosco caso sua dúvida não tenha sido contemplada entre os itens apresentados aqui.

©2018 por Pensar Espírita.