Na esfera espírita


Realmente:


- saberás pronunciar as mais belas palavras;


- escreverás os livros mais nobres;


- produzirás poemas de eloquente beleza;


- reunirás multidões ao redor de tua vigorosa influência;


- exteriorizarás faculdades mediúnicas espantosas;


- materializarás os desencarnados ante a observação da ciência;


- receberás mensagens brilhantes suscetíveis de arrancar a admiração e o respeito dos espíritos mais céticos;


- transmitirás com segurança avisos e apontamentos do Plano Superior;


- transportarás contigo olhos percucientes e lúcidos, divisando quadros inesquecíveis do campo extra-físico, sensibilizando os companheiros até as lágrimas;


- improvisarás orações de conteúdo sublime;


- reterás a mais sadia convicção acerca da imortalidade da alma;


- desfrutarás o mais elevado apreço entre os irmãos de fé pelo tesouro de inteligência e cultura que te exortam a individualidade;


- acumularás a riqueza do raciocínio e a bênção da confiança;


- todavia, se não fores bom no trato com os outros, se não exemplificares os princípios santificantes que esposas na luta de cada dia, iluminando e aprimorando a ti mesmo, para clarear o teu santuário doméstico e aperfeiçoar a região de trabalho a que deves servir, não conseguirás acordar os semelhantes para o caminho da perfeição, porque, em matéria de Cristianismo e, consequentemente, de Espiritismo, apenas o Exemplo guarda poder transformador, capaz de despertar as consciências que nos rodeiam, impulsionando-as da inércia da sombra para a vitória da luz.


Autor: Emmanuel (Espírito)

Médium: Francisco Cândido Xavier

Livro: Doutrina de Luz. Lição nº 20. Página 109

0 visualização

Entre em contato conosco caso sua dúvida não tenha sido contemplada entre os itens apresentados aqui.

©2018 por Pensar Espírita.