Lutas necessárias para progredir

Desafiado pelo mundo, você, algumas vezes pensou em desistir.

Lutas intermináveis. Conflitos um atrás do outro.

Problemas insolúveis.

Inimigos que não ofertam trégua nem desejam diálogo.

Para que avançar?

Desistir de tudo e ofertar-se ao desânimo e à apatia, eis a solução!

Criado simples e ignorante, compete ao Espírito travar as lutas necessárias para progredir, pelo que, sem as refregas da evolução nunca chegará à condição da perfeição relativa a que está fadado.

Superada uma etapa, outra surge desafiadora e assim por diante.

Comprometido com o mal e assalariado pela ignorância, impõe a si mesmo a emancipação desses grilhões pelo esforço titânico da auto superação.

Com isso, sai da crisálida psíquica e gravita para a maturidade espiritual que dorme no íntimo profundo.

Toda vitória tem seu preço. Toda batalha deixa cicatrizes. Qualquer peleja impõe sacrifícios e transpiração.

Não se evolui por osmose.

Gravitando do ninhal da divindade como princípio espiritual até as expressões angélicas, irá trafegar pelos árduos caminhos da evolução, lapidando arestas e aperfeiçoando valores dormentes.

Atravessará rios caudalosos de dificuldades, oceanos de testes, lagos de aperfeiçoamento incessante e caminhará pelas terras áridas dos relacionamentos interpessoais.

Neles, ofertará e receberá. Atingirá e será atingido.

Amará e será odiado por isso.

Servirá, sem ser servido.

Perdoará aos ingratos.

Silenciará diante dos estúpidos e agressivos.

E com lágrimas e suores construirá a própria estrada, abandonando os baixios da inferioridade, ascendendo aos cimos da vida.

Alcançado um certo degrau, entenderá, agradecido, que a luta foi indispensável.

Bendirá as noites indormidas. Agradecerá os testemunhos ofertados. Entenderá as lutas e dores suportadas.

E com dilatada visão da vida, volverá ao mundo para despertar néscios e indiferentes, foragidos e recalcitrantes no mal, os apontando as glórias estelares.

Diante das provações, recorda-te de Jesus.

Assaltado pelo medo, segura na mão de Deus e caminha.

Acovardado ante o volume de desafios à sua frente, começa por dar solução aos mais simples e em breve estará enfrentando os mais difíceis.

Ora. E serás atendido.

Serve. E o ócio não te fará fardo na alma.

Perdoa. E caminharás leve pelas trilhas do mundo.

Espera. Tem soluções que competem a Deus.

Ante o novo dia, começa orando. Prossegue servindo e sorrindo, e ante o crepúsculo a se avizinhar, agradece mais um dia de oportunidades e possibilidades evolutivas.

Pela luta, estás a caminho de tua libertação.

O mundo é tua arena de sublimação. Teu corpo, teu uniforme de lutas.

As armas já estão contigo. Aprende a maneja-las e vencerás.

Paciência na dificuldade.

Resiliência nos desafios.

Amor diante do ódio.

Paz na guerra.

Solidariedade frente à indiferença.

Resignação no infortúnio.

Coragem nos embates existenciais.

Silêncio na gritaria.

Fé em si mesmo e em Deus.

Com isto, vencerás.

Autora: Marta (Espírito)

Médium: Marcel Cadidé Mariano

Centro Espírita Caminho da Redenção - Mansão do Caminho

Salvador, 18.05.2020

Entre em contato conosco caso sua dúvida não tenha sido contemplada entre os itens apresentados aqui.

©2018 por Pensar Espírita.